Translate

16/07/2017

Fugindo da Imitação

Fugindo da Imitação
Para aumentar suas chances de sucesso, o empreendedor deve fugir da imitação e oferecer soluções que atendam as expectativas dos clientes.
Com o desemprego em alta, muitos têm buscado empreender. A falta de criatividade e a pressa por encontrar uma nova fonte de renda leva muitos a optar por modelos de negócio que já existem e pelos quais outros estão tendo sucesso. No entanto, a maioria não obtêm os resultados que esperam e o motivo, na maioria das vezes, é a falta de diferenciação.
Todo negócio, por mais bem sucedido que seja, possui pontos que precisam ser melhorados e vantagens que podem ser melhor aproveitadas. Mas, para enxergar esses potenciais, deve-se olhar com a perspectiva certa ou até por mais de uma perspectiva. E o ponto focal para esse novo olhar deve ser o problema que o negócio busca solucionar para alcançar seus objetivos.
Independente do ramo, cada negócio é a solução para um problema. Uma lanchonete é a solução para a fome de seus consumidores, um táxi é a solução para o deslocamento de seus passageiros, etc. Mas, mesmo sendo um problema comum a muitos, cada pessoa tem sua perspectiva sobre o problema pelo que está passando e tem sua própria opinião de como gostaria que ele fosse solucionado. E essas opiniões têm partes comuns a todos e partes que se diferenciam. Um modelo de negócio já pronto atende à parte comum dessas opiniões. O que tem o potencial de levar um negócio a se diferenciar é a capacidade de perceber as partes particulares dessas opiniões e encantar os clientes.
Mesmo em um ramo já consolidado, antes de iniciar, é importante refletir sobre as possibilidades de negócios que ele oferece e como eles são feitos. Tudo isso buscando ver as possibilidades por perspectivas diferentes das que já são utilizadas. Sempre buscando solucionar os problemas dos clientes em potencial o mais próximo possível da forma como eles gostariam de ser atendidos. Isso abre um leque de oportunidades que favorecem a inovação e diferenciação dos negócios e rompe o ciclo da simples imitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário