Translate

20/08/2017

As Finanças sob Duas Visões

As Finanças sob Duas Visões
Saber até onde o dinheiro vai e como ele sai é fundamental para construir uma empresa eficaz.
A gestão financeira eficaz é norteada por duas visões fundamentais. A primeira nos permite ver até onde o dinheiro vai e a outra em que o dinheiro é empregado. A consciência dessas visões tem o potencial de levar qualquer organização ao sucesso.
Construindo um confronto constante entre as entradas e saídas de recursos, presentes e futuras, podemos ver se as entradas são suficientes para cobrir as saídas, se em algum momento as saídas vão ser antes das entradas e se em algum ponto no futuro os recursos financeiros irão acabar. Isso norteia todas as negociações entre a organização e outras empresas. Com os fornecedores, permite dimensionar e acordar prazos que garantirão que a empresa tenha tempo para gerar recursos suficientes para efetuar os pagamentos na data certa. Do lado dos clientes, permite elaborar uma política comercial que ofereça condições de pagamento aos clientes que os favoreça, mas que não comprometa as disponibilidades de recursos no futuro para cumprir os compromissos. Com uma visão de seus fluxos fica mais fácil também para a empresa fazer ajustes quando necessários, pois saberá se tem espaço em suas entradas para fornecer dilatamentos de prazo aos clientes quando solicitados sem arriscar seus compromissos e poderá solicitar dilatamentos a seus fornecedores quando tiver algum contratempo com segurança de que conseguirá cumprir o novo prazo.
Por outro lado, tendo uma visão detalhada sobre quem está gastando e com o quê, permite saber como os recursos financeiros estão sendo empregados dentro da empresa. Com essas informações, pode ser feito um mapeamento dos hábitos de consumo de cada unidade ou setor, quais os impactos desses gastos nas operações como um todo e o que precisa ser redimensionado. Assim, a gestão financeira puxa ações constantes que levam a atenção a eficiência em todas as áreas da empresa, o que, aliadas a busca pela qualidade, pode gerar um estímulo a criatividade que pode levar a verdadeiras inovações.
Portanto, saber até onde o dinheiro vai e como ele sai pode ser um parâmetro para nortear as estratégias da empresa. Sabendo até onde o dinheiro vai, podemos evitar a ameaça de não podermos cumprir nossos compromissos e aproveitar oportunidades que surgem sabendo os espaços de recursos que temos e fazendo negociações mais eficazes com clientes e fornecedores. Sabendo como os recursos são gastos podemos puxar ações que corrijam limitações da empresa e aplicar melhor os recursos visando potencializar os fatores positivos que se destacam e gerar inovações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário