Translate

28/01/2018

Contratações Inteligentes


Contratacoes Inteligentes
Contratar pessoas não é só o processo seletivo em si, mas um exercício de adequação da empresa para vencer desafios e ser capaz de alcançar objetivos.
Quando a complexidade do negócio aumenta e só o empreendedor já não é o suficiente para executar todos os seus processos, surge a necessidade de contratar colaboradores. Alguns processos continuarão sob a responsabilidade do empresário, mas a maioria deles será delegada aos novos participantes da organização.
O processo de delegação de tarefas não pode ser aleatório. Ele deve ser dividido em etapas que nortearão a adequação da empresa em cada momento que houver aumento na complexidade de sua operação. Essas etapas seriam basicamente: separação entre processos que exigem tomada de decisões e processos operacionais, identificação da complexidade dos processos, detecção das qualificações e competências necessárias para a execução dos processos e definição do perfil profissional para executar as tarefas.
A separação entre processos que exigem tomada de decisão e os operacionais é fundamental para definir a cadeia de comando e gestão dentro da organização. Os processos que exigem decisão definem o papel do empresário e dos demais gestores dentro da empresa.
Independente de ser operacional ou exigir decisão, todo processo tem sua complexidade e exige qualificações e competências para serem executados. Isso define os perfis dos profissionais que serão contratados para os executarem e os fatores que devem ser observados nos candidatos no momento da seleção.
Portanto, contratar pessoas não é apenas botar gente para dentro da empresa ou setor quando o empresário ou equipe já não é mais o suficiente para tocar o negócio. Tudo exige métricas que visem o aumento da produtividade e qualidade dos processos, com as pessoas certas em posições bem definidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário